Céu menino

céu meninoPara onde o sol vai ao anoitecer e de onde ele surge pela manhã? Em Céu menino, o ciclo da natureza e os mistérios do universo se mesclam ao mundo imaginário da criança em poemas que transbordam delicadeza e sonoridade, numa evocação ao sonho, à curiosidade e às descobertas da infância. A partir de indagações infantis, que facilmente passam despercebidas para muitos adultos, Alessandro Riccioni cria uma “constelação” de poemas que provocam questionamentos e convidam ao exercício da percepção e à decifração de sentidos. As belíssimas ilustrações de Alicia Baladan oferecem uma leitura surpreendente e paralela ao texto verbal, tão ricas em poesia quanto em associações de imagens e significados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s