Os Três Ratos de Chantilly

Ratos 19Três ratos cegos seguem por uma pequena estrada. Para onde vão? O que procuram? Não sabem. Aceitam o que a vida lhes oferece. Uma velha coruja, porém, ao ver os pobres andarilhos, tão hábeis e conformados com seu destino, coloca um plano em ação. Mas, como diz o ditado, “um dia é da caça e outro do caçador”. E os ratinhos provam que são capazes de enxergar as más intenções melhor do que aqueles que têm boa visão.
Narrativa pitoresca inspirada no conto popular francês Os três cegos de Compiègne, cujos personagens são humanos. O autor se vale da proposição do logro e encadeia uma criativa história de esperteza. As ilustrações primorosas em bico de pena transportam o leitor ao contexto medieval da trama com humor e empatia.
O livro trada de temas como ética, convivência, desigualdades, superação de obstáculos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s