Mari e as coisas da vida

mariMari não tem receio de dizer o que está pensando, o que deseja fazer nem o que está sentindo. Sua avó é igualzinha, e as duas, desde sempre, compartilharam muitos segredos. Certo dia, a avó adoece e perde a capacidade de se mover e de se expressar. Mari não entende o que está acontecendo. Apesar disso, a menina é a única pessoa que capta tudo o que a avó deseja e continua a enxergá-la como a mesma mulher cheia de vida, com quem dividia deliciosos momentos. Mari e as coisas da vida é narrado com uma expressividade singular. O leitor acompanha a história pelos olhos de Mari, vivenciando um pouco de suas inquietações e de seus pensamentos. Temas como perda, superação, amadurecimento e vínculo afetivo são explorados com naturalidade por meio de uma linguagem poética e, ao mesmo tempo, sem rodeios, concisa e – por que não? – bem-humorada. As ilustrações reforçam os sentimentos que afloram na narrativa com delicadeza e poesia, não só pela diversidade de técnicas, como pela paleta de cores que faz um contraponto com a complexidade temática, provocando uma espécie de pausa para o “respiro” do leitor, o que gera um equilíbrio perfeito e comovente.
mari2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s