Contos Populares Japoneses

contos japoneses

Quando esteve no Japão pesquisando sobre a obra do poeta Matsuo Basho para escrever o romance Rakushisha, lançado em 2007, a premiada escritora carioca Adriana Lisboa trouxe na mala – e na memória e no coração muito mais do que os haicais do poeta do século XVII. Grande admiradora da cultura oriental, ela mergulhou fundo também nas lendas e na tradição popular da terra do sol nascente, e apresenta aos leitores brasileiros uma seleção de histórias que sobrevivem ao tempo e fazem parte da milenar cultura popular nipônica na coletânea Contos populares japoneses, ilustrada pela sansei paulista Janaina Tokitaka.

O livro reúne seis contos que estão entre os mais conhecidos da cultura japonesa e são também os preferidos da autora. As narrativas falam sobre gente simples, mas cheia de esperança e valores, sobre animais encantados e seres fantásticos, e constituem belas metáforas do comportamento humano, de nossos sonhos, alegrias, angústias e medos. Com graça, leveza, alguns toques de suspense e muita imaginação, os contos são uma amostra vívida da força da literatura popular japonesa e sua capacidade de cruzar fronteiras.

O primeiro conto do livro, “A história de Urashima Taro”, relata a aventura de um jovem e bondoso pescador que embarca numa doce, mas irreversível, viagem rumo às profundezas do mar; “Chapéus de bambu” mostra que ajudar o próximo sem esperar nada em troca é a melhor forma de ser recompensado pela graça divina; já “A mulher da neve” é uma lenda ao mesmo tempo bela e sombria sobre uma misteriosa mulher que detém o poder da vida e da morte, e mostra a importância de se cumprir a palavra dada a alguém; “O grou” narra a história de um mágico e talentoso pássaro branco salvo da morte por um solitário casal de velhinhos; “A chaleira da sorte” fala da amizade profunda entre o texugo encantado, um funileiro e sua esposa, e mostra que nem tudo na vida é apenas o que parece ser; por fim, “A história de Momotaro” conta a saga de um menino que nasceu de um suculento pêssego com a missão de combater o mal e levar alegria a um pobre lenhador e sua esposa.

Um passeio pelas mais belas histórias dessa literatura conduzido pelo olhar sensível e a escrita refinada de Adriana Lisboa, em sintonia com as ilustrações cheias de graça e leveza de Janaina Tokitaka capaz de aquecer o coração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s