João e o pé de feijão

joao e o pe de feijaoJoão, pobre menino ingênuo e sonhador, vê brotar a esperança em feijões mágicos que crescem mais alto do que as nuvens e levam a um castelo. Lá, tesouros que muito ajudariam João e sua mãe. Tudo seria fácil se um terrível gigante não fosse o dono do castelo e da fortuna… A releitura em forma poética de Júlio Emílio Braz junto à riqueza das imagens de Salmo Dansa nos permitem mergulhar no universo do fantástico como se lêssemos pela primeira vez a já conhecida façanha de João e o pé de feijão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s