É meu!

Émeu

Até que ele era um menino bem bonitinho, mas era tão mandão que espantava todo mundo. Ele sempre dizia: “É meu! Cala boca! Quem manda aqui sou eu!”, É meu! Não tinha nenhum amigo e se sentia muito triste e sozinho em seu quarto abarrotado de brinquedos.

O livro de Luciana Savaget trata com muita graça e humor um tema bem atual: o egoísmo e a solidão de um menino mandão, filho de pais superocupados, que substituem o afeto por brinquedos. Por meio das peripécias do personagem central, a narrativa ajuda o pequeno leitor a identificar a agressividade e o egoísmo, e mostra que é sempre possível encontrar alegria e a amizade quando decidimos compartilhar nossas emoções.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s